Agrícola

18/07/2018 07:52

Gado de reposição fecha o semestre com melhores preços em Mato Grosso

Todas as categorias da reposição tiveram alta em suas cotações de janeiro e julho deste ano em Mato Grosso. O preço do bezerro de ano acumulou aumento de 8,30%. “Esta valorização na reposição coloca os criadores em uma situação melhor dentro da cadeia, no entanto, vale a ressalva de que os valores nominais atuais da reposição ainda não atingiram a máxima histórica, e com o abate de fêmeas correspondendo a mais de 50% do total abatido, estes valores podem ser impulsionado, analisa o IMEA, no boletim semanal divulgado ontem.Todas as categorias da reposição tiveram alta em suas cotações de janeiro e julho deste ano em Mato Grosso. O preço do bezerro de ano acumulou aumento de 8,30%. “Esta valorização na reposição coloca os criadores em uma situação melhor dentro da cadeia, no entanto, vale a ressalva de que os valores nominais atuais da reposição ainda não atingiram a máxima histórica, e com o abate de fêmeas correspondendo a mais de 50% do total abatido, estes valores podem ser impulsionado, analisa o IMEA, no boletim semanal divulgado ontem.
O boi gordo registrou desvalorização de 3,37% na comparação entre janeiro e julho.  Com a temporada de seca em Mato Grosso e o exaurimento das pastagens, os pecuaristas mato-grossenses observam a principal fonte de alimento de seus animais diminuir sua capacidade nutritiva severamente. Ainda assim, os sistemas de produção da bovinocultura de corte estão sentindo este impacto de maneiras diferentes”, acrescenta o instituto.
No comparativo semanal, o boi gordo teve valorização de 0,67% saindo de R$ 127,55@ na semana retrasada para R$ 128,40@ na última semana. Já a vaca gorda teve alta mais tímida de 0,18% no período.


Rádio Tucunaré

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Cadernos

Sobre

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo