Agrícola

26/09/2018 05:46 Cenario MT

Duvidas quanto a próxima safra de milho no Mato Grosso

Mão dupla: O dólar detém grande influência na agricultura em MT e neste momento vem sendo uma das principais incógnitas para a próxima safra de milho, em consequência da sua valorização ante o real estar encarecendo os custos de produção, mas também favorecendo os preços dos contratos futuros.Mão dupla: O dólar detém grande influência na agricultura em MT e neste momento vem sendo uma das principais incógnitas para a próxima safra de milho, em consequência da sua valorização ante o real estar encarecendo os custos de produção, mas também favorecendo os preços dos contratos futuros.
Nesse sentido, o Imea divulgou o custo operacional referente ao mês de agosto para o milho de alta tecnologia em MT, apresentando um acréscimo de 0,65% e com isso passa a ser de R$ 2.353,80/ha.
Dentre as despesas que mais aumentaram, o destaque se deu para os custos com corretivo do solo, devido à relação de oferta e demanda e aumento do frete, aliada à alta nas despesas com fertilizantes, em reflexo da valorização do dólar.
Assim, é de suma importância, neste período de intensificação nas compras dos insumos, que o produtor esteja atento ao bom gerenciamento das despesas e aproveitamento das oportunidades de negócios para viabilizar a próxima safra.
 
Confira os principais destaques do boletim:
• O preço do cereal mato-grossense encerrou a semana com queda de 2,93%, e cotação média de R$ 22,55/sc, impactado pela baixa na bolsa B3.
• Ainda em reflexo do relatório de oferta e demanda do USDA, a cotação do milho na CMEGroup para jul/19 fechou a semana com recuo de 0,97% e cotação média de US$ 3,76/bu.
• O dólar fechou a semana com queda de 1,12%, em consequência das perspectivas quanto as eleições brasileiras, em conjunto com o alívio do mercado externo em relação a guerra comercial entre os EUA e a China.
⭐  MENOR OFERTA DEU SUSTENTAÇÃO ÀS COTAÇÕES NO MERCADO DE SUÍNOS• Com a desvalorização nas cotações do dólar e do milho em Chicago para jul/19, a paridade de exportação exibiu variação negativa de 6,07%, porém ainda está R$ 8,11/sc acima em relação ao mesmo período do ano passado.
FOCO NOS INSUMOS:
Na última semana foi finalizado o período do vazio sanitário da soja em MT, restando poucos insumos para o sojicultor adquirir. Com isso, daqui para frente as compras de insumos do milho passam a ser intensificadas para o novo ano-agrícola do Estado, sendo de grande importância estar atento ao valor do custo de produção em saca.
Nesse sentido, considerando uma produtividade de alta tecnologia de 112,02 sc/ha, o custo variável do milho em MT está em R$ 18,99/sc. Tal valor, quando comparado ao preço médio mensal na comercialização do cereal em ago/18, está 15,56% menor, mostrando que, apesar do impacto altista do dólar nas despesas nos últimos meses, este também tem trazido melhores oportunidades para os preços do cereal, que vêm trabalhando acima do ponto de equilíbrio para cobrir o custo variável da próxima safra.
Mas cabe salientar que ainda resta a definição de importantes fatores para a consolidação de um cenário para a próxima safra.


Rádio Tucunaré

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Cadernos

Sobre

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo