Estado

28/07/2016 00:00

Governo demite policiais por abuso de autoridade

O governador Pedro Taques (PSDB) demitiu dois investigadores da Polícia Civil pelo crime de concussão, que é quando o servidor público usa o cargo para exigir vantagem indevida. Eles também foram acusados de peculato e abuso de autoridade.

Outro policial, que também havia sido denunciado no caso, foi absolvido.

As demissões, bem como a absolvição, foram publicadas no Diário Oficial do Estado que circulou nesta quarta-feira (27).

Conforme a assessoria da Polícia Civil, o caso ocorreu em 2011, no município de Nova Bandeirantes (1.026 km ao Norte de Cuiabá).

O documento não relata como o crime foi praticado. A assessoria da instituição informou que também não obteve detalhes da situação.

O documento, informa, somente, que a Corregedoria da Polícia Civil abriu um Processo Administrativo Disciplinar contra os acusados em dezembro de 2011, visando à apuração de supostas violações a deveres funcionais.

Após análise dos autos, ficou definido que a pena de demissão aos acusados “é compatível com as provas produzidas, sobretudo pelos depoimentos das testemunhas e documentações pertinentes ao caso em debate, motivo pelo qual a pena deve ser imediatamente aplicada”.

O outro investigador foi absolvido após “apresentar novas provas e uma das testemunhas retificar o depoimento”.

Demissões

A assessoria da Polícia Civil não soube informar quantos policiais foram demitidos pelo Governo neste ano.

No último mês, outros dois servidores da instituição haviam sido exonerados

Entre elas, uma escrivã de Peixoto de Azevedo (692 km da Capital).

Segundo documento publicado no Diário Oficial, ela teria furtado cerca de R$ 15 mil de dentro de uma delegacia da cidade.

Os detalhes da situação também não foram divulgados.


Rádio Tucunaré

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Cadernos

Sobre

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo