Juara

15/03/2017 17:00 Acesse Notícias

Projeto PM Mirim retornou as atividades para o ano 2017

Durante a última sexta-feira, dia 10, na câmara municipal de vereadores foi realizada uma solenidade de entrega de certificados aos alunos que concluíram o Projeto PM Mirim no ano de 2016.

O major PM Félix informa que tanto os novos alunos como os antigos, fizeram as inscrições para participarem do projeto no ano de 2017 que teve inicio na ultima segunda-feira, dia 13.

Ao todo participam do projeto 30 crianças com idades entre 12 e 17 anos, sendo 15 no período matutino e a outra metade participam durante a tarde. Para o inicio as vagas estão completas. Major Félix comenta que a direção vai buscar aumentar o número de participantes para o próximo semestre.

As atividades para esse ano serão desenvolvidas no prédio onde funcionava o colégio Cnec e em breve funcionará a escola militar Tiradentes, que após a sua instalação será parceira da PM Mirim. O projeto conta com o apoio da prefeitura municipal e a secretaria de assistência social.

“A polícia militar faz o trabalho repressivo e de fiscalização, mas também precisamos formar os jovens que participam do projeto para que futuramente eles possam ser multiplicadores de um bom cidadão. Ele começa a cobrar o pai, o irmão para que ande de forma correta na sociedade. Se não a gente vai por 10, 20, 30... 200 policiais e não vai dar conta. Então acreditamos que com essa formação, poderemos ter uma sociedade melhor”. Justificou o Major.

O promotor civil no município de Juara, Osvaldo Moleiro Neto, acredita que é um projeto muito importante para a cidade, pois auxilia na formação pessoal dos participantes e contribui para tirar menores que estão propensos a entrar no mundo do crime e cometer outros atos infracionais.

Segundo o promotor, atualmente no país se perdeu a noção de moral, princípios e condutas e, através do projeto PM Mirim, os integrantes poderão resgatar esses valores perdidos.

Osvaldo Moleiro afirma que a promotoria é parceira tanto das policias civil e militar como de qualquer órgão que queira desenvolver projetos com cunho social.

Sebastião Pereira, que é coronel da PM aposentado, estava representando a loja maçônica Mensageiros da Liberdade. Ele explicou que a polícia militar trabalha com ações reativas e proativas e que há quatro anos a PM iniciou um trabalho com o PROERD e também um projeto socioeducativo denominado PM Mirim que foram muito bem recebidos pela população de Juara e com o passar dos anos o projeto cresceu de forma positiva e, hoje está institucionalizado no Estado de Mato Grosso pelo 21º Batalhão.

Para o comandante da Regional VIII, Tenente Coronel Henrique, o projeto contribui com a formação moral das crianças juntamente com a família que tem papel principal na formação e criação dos filhos.

A melhor forma de combater a criminalidade é trabalhar as nossas crianças e jovens para que eles não entrem no mundo do crime vindo a ser bandidos. O nosso país está uma imoralidade total, infelizmente a gente liga a TV no jornal que só fala de imoralidade, de falta de princípios e de ética. Afirmou o comandante.

(Conteúdo Acesse Notiicias)


Rádio Tucunaré

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Cadernos

Sobre

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo