Juara

16/05/2018 08:34 Acesse Notícias/Rádio Tucunaré

Polícia civil de Juara recupera 28 cabeças de gado de mais quatro vítimas

No dia 6 de maio, a polícia militar de Juara recuperou sete cabeças de gado e prendeu três suspeitos no envolvimento do crime. Dois são de Juara e outro de Novo Horizonte do Norte, ao qual, o gado supostamente seria entregue. Uma caminhonete Ford F-4000 possivelmente tinha sido usado no furto que aconteceu em uma fazenda localizada na região conhecida como Serra da Vó Júlia.

Os dois homens que estavam dentro da caminhonete, identificados como Cidivaldo do Amaral Ferreira, 22, e Sidimar Alexandre Barroso da Cruz, 28, foram presos em flagrante pela prática do crime de gado. O delegado Carlos Henrique Engelmann, em entrevista para imprensa local, revelou que os acusados durante o interrogatório, indicaram a participação de Nilson Martins da Silva, morador no município de Novo Horizonte do Norte. Naquela ocasião, ele junto com os outros dois indivíduos foi levado pela polícia militar até a delegacia.

“Apesar de notoriamente estar envolvido nos fatos, nós entendemos naquela ocasião que aquele morador de Novo Horizonte do Norte não estava na condição de flagrante delito, disposta no Código de Processo Penal”, disse o delegado.  

No decorrer dos dias, policiais civis começaram a investigar o crime e apuraram que em quatro propriedades distintas no município de Novo Horizonte do Norte, foram localizadas outras vinte e oito cabeças de gado e no mínimo quatro vítimas diferentes, que seriam moradores de Juara.

Segundo o delegado, todas as pessoas que estavam de posse do gado de origem delituosa, noticiaram e prestaram informações formais que teriam comprado esse gado de Nilson Martins, inicialmente apontado pelos dois criminosos que haviam sido detidos em flagrante delito.

“Nós o interrogamos em três ocasiões distintas aqui na unidade policial, na presença de defensor constituído, e nas três ocasiões ele apresentou histórias pouco convincentes e de certa forma, contraditórias, porque em uma ocasião ele falou determinada participação e num segundo momento, já quando descobrimos que não teria sido daquela maneira, (o suspeito) apresentou uma versão bastante diferente para os fatos”, narrou o delegado.

Os dois suspeitos inicialmente capturados em flagrante delito seguem presos na cadeia pública de Juara e um deles, teve o pedido de fiança concedido pelo juiz da terceira vara. Até o momento em que o delegado da polícia civil concedia a entrevista, o valor não havia sido recolhido.

A participação de Nilson Martins, apontado como receptador, será apurada e até o momento, este não teve o pedido de prisão decretado, uma vez que pelo entendimento jurídico, ele não se encontrava na situação de flagrante delito.  

Entre os acusados, dois deles possuíam passagens pela polícia enquanto outro não tinha passagem policial e nem respondia processo judicial.

O inquérito policial foi concluído na terça-feira, 15, e encaminhado ao fórum da comarca de Juara. Todas as cabeças de gado apuradas como furtadas e recuperadas foram restituídas às vítimas e de acordo com os autores do fato, somente duas haviam sido abatidas, carneadas e distribuídas entre eles.

Leia também: Em Juara Polícia militar recupera gado furtado na região de Paranorte e deteve três suspeitos


Rádio Tucunaré

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Cadernos

Sobre

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo