Juara

05/06/2018 14:38 Acesse Notícias/Rádio Tucunaré

Vereadores reclamam de retirada súbita de projeto de lei. Poder Executivo justifica

A primeira sessão ordinária na Câmara Municipal de Vereadores de Juara referente ao mês de junho, realizada segunda-feira, 04, foi tensa, após o prefeito interino Carlos Sirena (PSDB) retirar subitamente um projeto de lei que vem atender a Emenda Constitucional nº 51, de 2006, e trata em tese de dar estabilidade aos agentes de saúde municipais, com relação ao plano de cargos.

O vereador Leo Boy (PR), 2º secretário da Casa de Leis, argumentou que o projeto vem sendo discutido desde 2008 e quando foi apresentado na Câmara de Vereadores pelo Poder Executivo, continha muitos erros e após constante análise iria para votação na última segunda-feira, dia 04 de junho. Porém, de acordo o parlamentar, o prefeito interino Carlos Sirena retirou o projeto faltando 14 minutos para iniciar a primeira sessão ordinária do mês de junho.

“Eu fiquei um pouco alterado, muito nervoso na tribuna, dei um murro na tribuna hoje de ódio, de angustia ao mesmo tempo”, desabafou o parlamentar.

Leo Boy informou que o gestor municipal alegou que iria se atentar nas questões legais desse projeto, para ver se estava em acordo com a Lei Federal e o Tribunal de Contas. Essa justificativa deixou o republicano transtornado. “Foi o que eu disse: nós não estamos aqui brincando de casinha, de carrinho, nós não somos crianças, nem o poder legislativo nem o executivo, nós não estamos aqui brincando de fazer leis. Eu vejo que todos os poderes instituídos devem respeitar um ao outro. Você não vem criar uma expectativa, uma esperança para a população e fazer o poder legislativo, os vereadores, de palhaços para vir apresentar uma audiência pública e vir de última hora e retirar, com essa justificativa.”, disparou.

Diante das alegações do vereador, o setor de jornalismo da rádio Tucunaré e site Acesse Notícias entrou em contato com a chefe de gabinete da prefeitura municipal, Cida Felix. Ela pontou que o projeto de lei entrou em discussão na Câmara de Vereadores há alguns dias e houve várias discussões com os servidores e o vereador Leo Boy que realizou algumas emendas no projeto. “Todas as emendas que ele (Leo Boy) fez, ele entrou em contato aqui com o (Poder) Executivo, prefeito Carlos, com a gente e fez essa emenda em cima do que era legal e dos direitos dos servidores”.

De acordo com Cida Felix, na tarde de ontem (04), um vereador, que não teve seu nome revelado pela chefe de gabinete, foi até a prefeitura e pediu a retirada do Projeto para que fosse analisada a questão técnica. “O prefeito entendeu que deveria fazer a retirada e a fez. Isso não significa que o trabalho do vereador ficou perdido ou que os agentes vão ser prejudicados”, falou.

O projeto voltou para a prefeitura municipal e foi marcada uma reunião entre os agentes de saúde, o vereador Leo Boy e demais interessados, para que o concluísse e encaminhasse à Câmara Municipal. “Se o vereador entender que ele (o projeto) deve ser votado já na primeira sessão, ai já parte do vereador”, comunicou a chefe de gabinete da prefeitura.

Segundo ela, o projeto está em andamento e 90% concluído, faltando somente “bater o martelo”. A elaboração da proposta está sendo desenvolvida em conjunto com os servidores, vereadores e o poder executivo.

“Nós aqui do executivo não queremos entrar em nenhum desacordo com os vereadores. Se eles tiveram um problema interno é interessante que eles resolvam entre eles. Nós aqui do Executivo não vamos interferir. Fazemos nosso trabalho e todos os vereadores tem sua importância aqui e para a população. A gente até espera que resolvam o problema interno entre eles”, concluído Cida Felix.


Rádio Tucunaré

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Cadernos

Sobre

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo