Juara

02/11/2018 11:32 G1 MT com Acesse Noticias

Piloto suspeito de ter furtado aviões do ex prefeito Edson Piovesan e de Janete Riva foi preso pela PF

Considerado um dos maiores suspeitos de roubos de aeronaves do país, um piloto foi preso nessa quinta-feira (1º) pela Polícia Federal, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá. O suspeito dos roubos foi excluído da Polícia Militar do estado de São Paulo.

As investigações apontam que o piloto seria o responsável por no mínimo mais três roubos de aeronaves somente em Mato Grosso. 

Considerado um dos maiores suspeitos de roubos de aeronaves do país, um piloto foi preso nessa quinta-feira (1º) pela Polícia Federal, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá. 

As investigações apontam que o piloto seria o responsável por no mínimo mais três roubos de aeronaves somente em Mato Grosso.


As investigações começaram em agosto de 2018 quando criminosos furtaram um avião do aeroporto de Cáceres.


Aeronave que estava com 250 kg de droga foi interceptada pela FAB e Polícia Federal. 

O veículo tinha sido apreendido pela PF transportando 250 kg de cocaína, durante uma tentativa de decolagem, porém, a tentativa foi frustrada, em razão da retirada de uma peça por parte da Polícia Federal. A aeronave foi abandonada na cabeceira da pista do aeroporto.


Durante as investigações, a PF identificou os integrantes da organização criminosa, os quais foram presos.


Os policiais também identificaram esse piloto encarregado de pilotar o avião até a Bolívia e entregá-lo para narcotraficantes. O suspeito teve a prisão decretada pela Justiça Federal de Cáceres.


O mandado de prisão foi mantido em sigilo, para facilitar o cumprimento, já que ele residia na Bolívia e raras vezes retornava ao Brasil.


Avião de prefeito

Investigações apontam que o suspeito teria roubado uma aeronave, em dezembro de 2013, na cidade de Juína. O avião pertencia ao então prefeito de Juara. Na época, o piloto que conduzia a aeronave foi sequestrado e levado para Bolívia. 

leia : Avião e Piloto do Prefeito de Juara Edson Piovesan estão desaparecidos

Sequestro e roubo de avião 

Outra caso envolvendo o piloto preso foi o roubo da aeronave da então candidata ao governo de Mato Grosso, Janete Riva (PSD), em setembro de 2014, em Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá.

Leia: Avião de Janete Riva é sequestrado em Pontes e Lacerda


A aeronave, que transportava a comitiva de uma candidata a um cargo político, foi levada juntamente com os pilotos que ficaram sequestrados na Bolívia durante 40 dias.

Roubo no Pantanal. 

O terceiro roubo foi em 2017, quando uma aeronave que pertencia ao Hotel Sesc Porto Cercado, no Pantanal foi levada. Na ocasião, novamente o piloto foi sequestrado e levado para a Bolívia juntamente com a aeronave.


O suspeito dos roubos foi excluído da Polícia Militar do estado de São Paulo e tem passagens na polícia por outros crimes, além de já estar planejando outros roubos de aeronaves.


Rádio Tucunaré

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Cadernos

Sobre

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo