1°Vice Presidente da ACRIMAT avalia reabertura de frigorífico em Juara

Imagens Ricardo Nicolau Leilões

O 1° vice-presidente da ACRIMAT (Associação dos Criadores de MT), Fernando Conte, em entrevista a rádio Tucunaré, declarou que vê com  bons  olhos o retorno das atividades da planta frigorífica do JBS em Juara, abatendo mais de 500 cabeças dia e percebe que isso faz um bem enorme para economia do município e do Vale do Arinos e também todo noroeste do Norte de Mato Grosso, onde existe uma carência grande de plantas frigoríficas para o abate dos animais, considerou.

Esperamos que esse retorno seja duradouro, pois quando foi desativado, assim como outras plantas, frustrou a classe produtiva da região e agora estamos contentes em ver o abate retornar e movimentando a economia”, disse.

Sobre a queda de preços da arroba do Boi Gordo, Nando Conte comentou, que em relação ao ano passado, houve deterioração grande do preço da arroba do boi e um dos principais fatores para essa ocorrência, ele atribuiu ao fato de estarmos vivendo um ciclo de baixa na pecuária. “A pecuária é uma atividade cíclica”, disse.

Entre os anos 2019, 20 até 21 houve um ciclo de alta com carência de mercadoria e agora, a Bezerra(o), gado magro estão bastante desvalorizados e isso faz com que o criador, para poder honrar seus compromissos, precise descartar mais vacas para fazer o mesmo dinheiro que precisa para o seu sustento.

Nesse momento estamos vivendo um ciclo de baixa que está chegando ao fim, “mas é muito gradativo e lento e dependemos de mais fatores da economia, além de mais pessoas para consumir o produto e isso depende de ações governamentais”.

Estamos percebendo que o atual governo ainda está patinando na economia e até o momento não apresentou bons resultados, mas estamos torcendo para que isso aconteça”, ponderou.

Em relação ao retorno de atividades do frigorífico em Juara, Nando considera que é mais uma empresa que está funcionando e outras plantas fechadas precisam reabrir, porque “o mercado é oferta e procura e não adianta remarmos contra o mercado. Quanto mais frigoríficos, mais salutar para todos do segmento produtivo”, concluiu.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Rádio Tucunaré no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.