Nasceu o primeiro Juarense com duas mães. Conheça a história que rompe preconceitos.

No primeiro dia do ano de 2023, o primeiro bebê, que nasceu no Hospital São Lucas de Juara foi o filho da Vereadora Monica Costa com sua mulher Beatriz Lima Oliveira. Uma relação homoafetiva, que venceu muitas barreiras e agora, mostra à sociedade, que o amor é maior que qualquer preconceito, através do nascimento do filho de ambas.

Às 15 horas e 15 minutos, do dia 01 de Janeiro de 2023, nasceu Izael Neto, pesando 2,560 kg e medindo 46 cm, com 36 semanas e 6 dias, o 2° bebe nascido no município de Juara e o 1° nascido no dia 01, no Hosp. São Lucas.

O nome é uma homenagem ao avô, pai da mãe Mônica Costa, cujo apelido é “pé queimado”. “Meu sonho era ter um filho e colocar o nome do meu pai”, conta a Vereadora. 

Izael nasceu com duas mães e para explicar como isso se deu, a Vereadora Monica Costa contou sua historia, para a Rádio Tucunaré e site Acesse Notícias.

Mônica vive com a Bia há 6 anos, que tem um filho de 12 anos e ambas queriam ter um filho delas e assim, buscaram um tratamento de fertilização.

Iniciaram o tratamento e a princípio queriam utilizar os óvulos de ambas (sorteio) e também escolherem o sexo da criança, mas como a lei não permite, fizeram a fertilização in vitro e Monica doou o óvulo, após tomar as medicações indicadas. O tratamento iniciou em setembro de 2021.

A parceira Beatriz,30 anos, popular Bia, optou gerar o bebe e o doador do espermatozoide é anônimo, por obrigação legal.

As amostras do doador foram escolhidas baseando-se nas características de Bia, ou seja, o espermatozoide, embora o doador seja desconhecido delas, a clínica conhece as indicações genéticas dele e que foram aceitas por Monica e Bia. Nessa escolha considera-se, que tenha as mesmas características físicas da mãe, que gerou o bebe (Beatriz).

No dia 10 de Maio de 2022, os óvulos foram coletados. Foram 10 óvulos de Mônica e desses, 06 estavam aptos e 04 óvulos foram fecundados in vitro, mas apenas 02 embriões foram implantados e foi o Izael Neto, que desenvolveu, contou Monica sorrindo de felicidade.

É uma alegria que aqui em Juara, acho que é o primeiro casal homossexual que tem filho, que fez fertilização, para ter um filho, e esse método que usamos tem as duas mães, onde eu doei meu óvulo e a Bia gestou”, contou.

Mônica e Beatriz se casarão no civil na próxima semana e Monica, e assim, Izael Neto será registrado como filho natural das duas mães após o casamento.

Preconceito

Para chegar até aqui não foi fácil, conta Monica sobre o preconceito que sofreu, com comentários maldosos e brincadeiras de mal gosto. Ela conta, que nessa relação não existe homem, portanto são duas mulheres mães do mesmo filho.

Foi um homem que doou o sêmen de forma anônima, para que esse sonho pudesse ser realizado, mas nem ele e nem elas sabem a identidade dos envolvidos. Prova de amor maior não há, conta emocionada. “Existem as diferenças, mas somos uma família. Sou uma pessoa, que sempre demonstrei respeito por todos e tenho bom caráter e por isso, espero que a sociedade compartilhe desse pensamento, porque nosso filho será ensinado a respeitar as pessoas”, concluiu.

Na próxima sexta-feira, dia 06 Monica estará ao vivo no quadro de entrevista do Repórter tucunaré, para contar suas experiência familiar e sobre o enfrentamento ao preconceitos.

Fonte: Rádio tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Rádio Tucunaré no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.