Pediatra explica sobre a síndrome que deu causa a suspensão de aulas em creches de Juara

Fotos: DGCI/Saps

O município de Juara enfrenta um desafio de saúde pública com o recente surto da síndrome mão-pé-boca em diversas creches da cidade. Devido à rápida propagação da doença, várias instituições decidiram dispensar os alunos temporariamente como medida de precaução.

A equipe da Rádio Tucunaré conversou com o Dr. Haroldo Hatanaka, pediatra que atua tanto no sistema público quanto privado, para obter mais informações sobre a situação.

Na entrevista, o pediatra Dr. Hatanaka esclareceu que a síndrome mão-pé-boca é uma doença viral, causada pelo vírus Coxsackievirus, altamente contagiosa e mais comum em crianças menores de 5 anos.

Os sintomas incluem irritabilidade, febre leve e, posteriormente, o aparecimento de lesões dolorosas nas mãos, pés e boca. Ressaltou que a transmissão ocorre principalmente por vias respiratórias e contato com fezes contaminadas, o que exige cuidados redobrados em creches e ambientes fechados.

O médico alertou sobre a importância da higiene pessoal e ambiental para prevenir a propagação do vírus. Recomendou o uso de máscaras, lavagem frequente das mãos, e limpeza regular das superfícies com álcool 70%. Também enfatizou a necessidade de isolamento das crianças infectadas, mesmo após a melhora dos sintomas, para evitar a transmissão do vírus para outros.

Dr. Hatanaka destacou que, embora não exista um tratamento específico para a síndrome mão-pé-boca, medidas como isolamento, uso de antitérmicos, analgésicos e manutenção de uma dieta adequada são essenciais para o manejo dos sintomas.

Ele reiterou a ausência de uma vacina para a doença, reforçando a importância da prevenção e mudanças comportamentais, especialmente em ambientes educacionais e de cuidado infantil.

Este surto em algumas escolas de Juara levanta preocupações significativas sobre a saúde pública, especialmente entre as crianças, que são mais vulneráveis a doenças contagiosas. As autoridades locais e os profissionais de saúde estão trabalhando em conjunto para monitorar a situação e fornecer as orientações necessárias à população para conter a disseminação da doença.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Rádio Tucunaré no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.