Polícia Civil prende elementos de quadrilha praticante de roubos violentos em Juara. Confira

Na tarde do dia 24, o delegado de Polícia Civil de Juara, Carlos Henrique Engelmam, concedeu uma entrevista à Rádio Tucunaré, detalhando as recentes ações da polícia no combate à criminalidade no município.

Durante a entrevista, o delegado revelou os desdobramentos de uma operação que resultou na captura de indivíduos envolvidos em um roubo ocorrido na madrugada anterior.

Segundo o delegado Engelmam, a ação policial teve início após a denúncia de que homens encapuzados e armados invadiram a residência de um cidadão, fizeram-no refém, amarraram e ameaçaram com armas de fogo, além de agredi-lo fisicamente.

Durante o assalto, os criminosos subtraíram uma quantia em dinheiro e uma pulseira de ouro. Com a informação em mãos, a Polícia Civil iniciou diligências imediatas e, ainda no mesmo dia, conseguiu identificar e prender um dos envolvidos, o motorista do carro utilizado no crime.

O motorista foi encontrado em posse de uma quantidade significativa de droga, destinada ao tráfico no município.

Durante o interrogatório, o motorista confessou sua participação no tráfico de drogas e no roubo, além de indicar os demais participantes do crime.

A partir dessa confissão, a polícia localizou um dos autores do roubo em posse de uma das armas usadas no crime e da pulseira roubada. Na mesma residência, os policiais capturaram outros dois envolvidos, um deles portando uma arma de fogo de calibre permitido e utilizando uma carteira de identidade falsa, o que resultou em mais uma prisão em flagrante.

O delegado destacou que, ao investigar esses suspeitos, verificou-se a semelhança do modus operandi com um outro roubo ocorrido em Juara no dia 23 de março de 2024.

Naquela ocasião, indivíduos armados renderam o morador de uma residência e furtaram uma quantidade significativa de joias. Dentre os detidos na operação recente, três foram identificados como participantes deste crime anterior. Outros dois suspeitos, envolvidos no roubo de março, estão presos em outra unidade prisional do Estado e serão interrogados em breve.

A operação policial resultou na retirada de circulação de armas de fogo, drogas, um traficante atuante e cinco criminosos diretamente envolvidos nos roubos.

Esses indivíduos foram autuados em flagrante e permanecerão à disposição da justiça local, respondendo aos inquéritos pelos crimes cometidos.

Dando continuidade à entrevista, o delegado Carlos Henrique Engelmam forneceu mais detalhes sobre a investigação e o perfil dos criminosos envolvidos. Ele explicou que a polícia trabalhou com a hipótese de que um dos autores do crime tivesse conhecimento prévio relacionado ao comércio ou confecção de peças em ouro, dado o interesse específico por esses itens durante os roubos. Essa suspeita foi confirmada quando um dos presos, capturado na posse de uma arma de fogo, foi identificado como o autor intelectual dos roubos. Surpreendentemente, a profissão desse indivíduo estava ligada à ourivesaria, sendo ele um profissional que manipula e confecciona peças de joias em ouro.

O delegado também destacou a violência empregada pelos criminosos durante os assaltos. Em ambos os casos investigados, além do uso de armas de fogo, os indivíduos agrediram fisicamente as vítimas, causando-lhes lesões corporais.

Essas agressões não só qualificam o crime de maneira mais grave, mas também aumentam as penas impostas aos criminosos, considerando o agravante genérico de uso de violência.

Questionado sobre o histórico criminal dos envolvidos, Engelmam informou que alguns dos indivíduos já tinham passagens pela polícia e já haviam cumprido penas em cadeias públicas do Mato Grosso.

Um dos criminosos afirmou nunca ter sido preso anteriormente, mas essa informação ainda será verificada pela equipe de investigação através dos bancos de dados disponíveis à Polícia Judicial Civil.

Todos os suspeitos detidos são maiores de idade e, portanto, responderão pelos crimes cometidos na condição de imputáveis.

O delegado finalizou a entrevista ressaltando a importância da colaboração da comunidade com a polícia. Ele encorajou os cidadãos a continuarem denunciando atividades suspeitas e crimes, pois essas informações são cruciais para a eficácia das operações policiais.

A ação bem-sucedida do dia 24 demonstra o comprometimento da Polícia Civil de Juara em garantir a segurança da população e combater a criminalidade com rigor e eficiência.

A operação é um exemplo claro da atuação proativa e estratégica das forças de segurança de Juara, resultando na desarticulação de uma facção criminosa atuante no Estado do Mato Grosso, na apreensão de armas e drogas, e na prisão de indivíduos perigosos.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Rádio Tucunaré no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.