Surto de Síndrome Mão-Pé-Boca atinge 3 Creches de Juara até o momento. Confira orientações

A cidade de Juara enfrentou um alerta de saúde após o surgimento de casos da Síndrome Mão-Pé-Boca (SMPB) em diversas creches locais. A situação veio à tona após a suspensão das atividades na creche Madre Paulina, e foi posteriormente divulgada pela Secretaria de Saúde.

Em entrevista, Mariela Schimitz, enfermeira e responsável pelo setor epidemiológico do município, detalhou a situação a reportagem a Rádio Tucunaré na tarde desse dia 14.

Segundo Schimitz, a equipe de saúde visitou a creche Madre Paulina após relatos iniciais da doença. Lá, foi confirmada a suspensão de uma turma da manhã devido a vários casos de SMPB. Posteriormente, a creche Tainá relatou 08 casos adicionais, Cantinho Magico 03 casos e 11 casos da Madre Paulina .

A enfermeira explicou que o SMPB é altamente contagioso, afetando principalmente crianças de 0 a 5 anos, comuns em ambientes como creches. Devido à rápida propagação e ao surgimento de mais de dois casos, uma situação foi como surto.

As autoridades de saúde agiram rapidamente, notificando outras creches e entregando notas técnicas com recomendações de prevenção e observação.

Schimitz enfatizou a importância de os professores e cuidadores estarem atentos a sinais como febres e erupções detectadas, e de comunicarem imediatamente aos responsáveis ​​e às autoridades educacionais e de saúde.

Além disso, a creche Cantinho Mágico também confirmou três casos da doença, levando uma equipe de saúde a visitar o local para fornecer as mesmas orientações preventivas.

Para combater a propagação da doença, Schimitz pede a colaboração dos pais. Nos casos confirmados, é essencial manter as crianças afastadas da creche por 5 a 7 dias. Irmãos e primos dessas crianças também devem ser fechados em casa para evitar a propagação do vírus.

Outro aspecto crucial no combate ao SMPB é a higiene, dada a forma de transmissão da doença. Aconselhe uma enfermeira a limpeza rigorosa de objetos de uso pessoal e brinquedos, utilizando água e sabão ou álcool, para evitar a contaminação.

A situação em Juara é monitorada de perto pelas autoridades de saúde, que trabalham incansavelmente para controlar o surto e proteger a saúde das crianças. A colaboração da comunidade é fundamental para garantir a eficácia das medidas preventivas e para conter a propagação da Síndrome Mão-Pé-Boca na região.

A gestão solicita que as pessoas compartilhem essa imagens para ajudar a orientar pais sobre os cuidados com a doença.

 

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Rádio Tucunaré no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.