Autores de dois crimes de assassinatos no mês passados já foram presos em Juara

Através de uma investigação criteriosa, o delegado de Polícia Judiciária Civil de Juara, Dr. Carlos Henrique e sua equipe desvendou o mistério de 02 (dois) crimes de assassinatos que ocorreram em Juara no mês passado.

O primeiro caso foi referente a morte de Wederson da Silva, 32 anos de idade, saiu de casa no sábado do dia 08 de abril, e somente na tarde de sábado, dia 15,, o corpo dele foi encontrado a cerca de 05 km do centro da cidade, na beira da estrada vicinal sentido a balsa do Rio Arinos em avançado estado de decomposição.

De acordo com o delegado de Polícia Civil, Dr, Carlos Henrique, os parte dos envolvidos no caso já foram presos, após ser colhidas imagens do circuito de segurança de uma estabelecimento de festas em Juara, onde esses acusados pertencentes a uma organização criminosa aparece colocando a força Wederson da Silva dentro de um veículo.

Ainda segundo o delegado, Wederson havia levado um ‘salve’ de integrantes desse grupo, e registrou boletim de ocorrência e o grupo ficou sabendo e decidiu dar fim na vida do rapaz que era casado e deixou dois filhos menores de idade.

Segundo Caso:

Nesse caso, a Polícia Judiciária Civil de Juara recebeu no dia 28 de abril, a  informação de um corpo localizado nas margens da Rodovia do Vale MT 325, e quando chegou no local, os peritos da Politec de Juína constataram que a vítima teve o corpo que aparentava ter sido morto a pauladas teria sido arrastado, porém, na ocasião não foi possível constatar a real causa da morte, e nem mesmo se havia sido morto no local ou se o corpo havia sido descartado ali, e não havia nenhum documento com a vítima.

Após o exame de necropsia restou constatado que o corpo era de Carlos Orlean Pestana Araújo de 37 anos de idade, natural da cidade de Arari, no Estado do Maranhão.

De posse de algumas informações, a Polícia Judiciária Civil conseguiu prender na cidade de Colniza, a mais de 600 km de Juara, um casal acusado de ter cometido esse crime em Juara, cuja causa foi uma dívida de pouca mais de mil reais que a vítima devia oriunda de compra de drogas.

O crime foi cometido quando eles colocaram a vítima dentro de um carro e agrediram com um taco, e sem seguida desfaleceram o homem e levaram para as margens da rodovia onde ele foi encontrado e acabaram de ceifar sua vida com o mesmo objetivo (taco).

Uma testemunha que é menor de idade acompanhou o caso e relatou com riqueza de detalhes aos investigadores como o crime foi cometido e apontou os verdadeiros autores que já estão presos.

Segundo o delegado Carlos Henrique, os dois crimes citados nessa matéria estão praticamente elucidados e ainda há outros mandados de prisão referentes a esses crimes.

Fonte: Radio Tucunaré/ Acesse Noticias /Soan de Barros

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Rádio Tucunaré no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.