Depressão Senil : Suicídio entre idosos é 47% maior do que nas demais idades.

Em Juara, os casos de suicídios causam comoção e entidades se mobilizam para tentar conter essas ocorrências.

Um dos aspectos do suicídio é em relação a Depressão senil, que acontece em pessoas idosas.

Suicídio entre idosos é 47% maior, que no restante da população. As taxas mais elevadas estão entre os brasileiros acima dos 70 anos, com 8,4 (faixa dos 80+) e 8,2 (70-79) casos a cada 100 mi

No Brasil, a média de casos é de 7,8 a cada 100 mil, 47% mais que os 5,3/100 mil entre a população geral. Nos idosos, o luto pela perda progressiva de companheiros, filhos e amigos e as limitações físicas características dessa fase final da vida se somam ao isolamento social, falta de uma rede de apoio, solidão e depressão como fatores de risco para o suicídio.

A depressão senil, também conhecida como depressão tardia, tem se tornado cada vez mais preocupante na sociedade atual. Com o envelhecimento da população, o número de pessoas afetadas por essa condição vem aumentando, levando a um aumento nos índices de suicídio entre os idosos. Nesta matéria, abordaremos os principais fatores de risco, as consequências da depressão senil e como podemos ajudar a prevenir o suicídio na terceira idade.

Fatores de risco para a depressão senil:

A depressão senil é causada por uma combinação de fatores biológicos, psicológicos e sociais. Entre os principais fatores de risco, destacam-se:

Histórico familiar de depressão ou transtornos mentais;

1-Doenças crônicas e debilitantes, como Alzheimer, Parkinson e artrite;

2-Uso de medicamentos com efeitos colaterais depressivos;

3-Isolamento social e solidão;

4-Perda de entes queridos;

5-Mudanças no estilo de vida, como aposentadoria ou perda de independência.

6-A relação entre depressão senil e suicídio:

A depressão senil é uma das principais causas de suicídio entre idosos. Estudos apontam que pessoas com mais de 60 anos têm uma taxa de suicídio significativamente mais alta do que a população em geral. Além disso, os idosos costumam ser mais determinados e efetivos em suas tentativas de suicídio, o que aumenta ainda mais a preocupação com essa questão.

Identificando e ajudando idosos em risco:

É fundamental identificar os sinais de depressão e risco de suicídio entre os idosos para que possam receber a ajuda necessária.

Alguns dos sinais de alerta incluem:

1-Tristeza persistente e perda de interesse em atividades antes prazerosas;

2-Alterações no apetite e no sono;

3-Sentimentos de desesperança e desamparo;

Comentários sobre morte ou suicídio.

Se você perceber algum desses sinais em um idoso próximo, é importante oferecer apoio emocional e encorajá-lo a procurar ajuda profissional. Terapeutas, médicos e grupos de apoio podem ser recursos valiosos para lidar com a depressão senil e prevenir o suicídio.

Em Juara o CAPS oferece apoio essa acompanhamento profissional.

A depressão senil é uma questão crescente e preocupante em nossa sociedade, especialmente devido à sua relação direta com o aumento dos índices de suicídio entre os idosos.

É fundamental que a sociedade reconheça a importância de abordar a saúde mental na terceira idade e invista em políticas e ações efetivas para prevenir a depressão e o suicídio entre os idosos.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Rádio Tucunaré no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.