Ministério Público de Juara Reduz Procedimentos em cerca de 50% sob reponsabilidade da Dra. Roberta Câmara

A promotora de justiça de Juara, Dra. Roberta Câmara compartilhou informações relevantes sobre o trabalho da promotoria civil no município a reportagem a Rádio Tucunaré.

Durante a entrevista, a promotora destacou a significativa redução no número de processos desde que assumiu o cargo, além de detalhar as principais demandas que continuam a chegar ao Ministério Público.

Dra. Roberta Câmara explicou que, desde sua entrada na promotoria civil, houve uma redução de 40 a 50% nos procedimentos, resultado de uma análise minuciosa e encaminhamento adequado dos casos. “Eu estou conseguindo dar uma vazão a esses procedimentos, mas em determinados assuntos, como a demanda do meio ambiente, é algo que sempre chega na promotoria. Hoje em dia, o maior número de procedimentos está relacionado à questão de meio ambiente. Mas, de uma forma geral, os procedimentos diminuíram“, afirmou a promotora.

Ela exemplificou o processo de análise dos casos, mencionando situações envolvendo crianças em risco. “Às vezes, um procedimento que eu tinha de uma criança em situação de risco, eu pego esse procedimento, analiso, encaminho para o CREES para fazer um relatório atualizado dessa situação e verificar se subsiste uma situação de risco para aquela criança. Não havendo situação de risco, esse procedimento é arquivado no âmbito da promotoria. Eventualmente, se essa criança retornar a ter uma situação de risco, esse procedimento é reaberto“, explicou Dra. Roberta Câmara.

A promotora ressaltou a importância da colaboração da população para o trabalho do Ministério Público. “O Ministério Público aqui de Juara está de portas abertas para a população. O meu papel é atender vocês, estar perto dos problemas que acontecem na cidade. Vocês são os nossos olhos, então, eu preciso que as denúncias cheguem ao Ministério Público para que possamos atuar e melhorar a vida de cada um“, declarou.

Quanto à possibilidade de fazer denúncias, Dra. Roberta Câmara garantiu o direito ao anonimato para quem desejar reportar alguma situação. “Tanto vindo aqui na promotoria, onde podemos fazer um termo de declaração e não colocar os dados da pessoa, fazendo de forma anônima, quanto através da ouvidoria do Ministério Público pelo site mpmt.mt.br. Há uma aba da ouvidoria onde é possível cadastrar e informar o problema de forma anônima“, assegurou a promotora.

A entrevista com Dra. Roberta Câmara reforça o compromisso do Ministério Público em Juara com a transparência e a eficiência no tratamento dos processos, além de destacar a importância da participação ativa da comunidade para a melhoria contínua dos serviços prestados.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Rádio Tucunaré no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.