PM/Juara: Homem não quer assumir paternidade e tenta matar companheira grávida com faca

Na noite do último sábado, dia 06 de julho, por volta das 20h45min, a guarnição de serviço da Polícia Militar de Juara, sob o comando do 2° Sargento PM Esdras, atendeu uma ocorrência de violência psicológica na Rua Pernambuco, no bairro Cohab.

De acordo com o boletim de ocorrência que a reportagem da Rádio tucunaré teve acesso, a PM foi acionada pela Sra. I. F. U. R., via 190, que relatou estar sendo ameaçada de morte pelo seu companheiro, o Sr. E. J. C., utilizando uma faca. A vítima informou aos policiais que está grávida e que o acusado se recusa a assumir a paternidade da criança.

Ao chegarem ao local, a guarnição encontrou a Sra. I. F. U. R., o acusado estava acompanhado de outra companheira, Sra. S. B., e o Sr. R.l, irmão de E. J. C. A vítima afirmou que não havia sofrido agressão física, mas apenas ameaças de morte com a faca proferidas pelo seu companheiro.

Os policiais observaram que a Sra. I. F. U. R. apresentava sinais de ter ingerido bebida alcoólica, enquanto as demais pessoas na residência não demonstravam estar alteradas. A vítima manifestou o desejo de solicitar uma medida protetiva contra o acusado e foi acompanhada pela guarnição da PM até a residência para a retirada de seus pertences.

Diante da gravidade do caso, o Sr. E. J. C. foi conduzido pela guarnição da Polícia Militar até a Delegacia de Polícia para os procedimentos legais necessários.

A Polícia Militar de Juara reforça a importância de denunciar qualquer forma de violência doméstica e está à disposição para proteger e assistir as vítimas desses crimes.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Rádio Tucunaré no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.