Homem que foi morto ao ameaçar policial Militar em Juara já havia ameaçado outras pessoas no bairro

Valdevir Denardi Segatti Júnior, 38 anos que foi morto ao ser atingido por disparo letal efetuado por um policial Militar de folga, já havia ameaçado uma pessoa no bairro onde foi morto (Residencial Floresta) em Juara.

O fato aconteceu no domingo, 10 de setembro ao anoitecer no bairro, quando Valdevir Denardi teria tentado contra a vida do policial, que se viu obrigado a usar do dispositivo legal para evitar que tivesse a vida ceifada, e nesse momento efetuou o disparo que de forma letal acetou Valdevir que veio a obtido no local.

Segundo a Polícia Civil, Valdevir Denardi Segatti Júnior possuía uma intensa ficha criminal por trafico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, entre outros, e inclusive recentemente tinha sido preso por tentar extorquir o próprio pai no distrito de Paranorte.

O delegado de Polícia Judiciária Civil de Juara, Dr. Carlos Henrique disse que o policial Militar agiu em sua legitima defesa e outras pessoas que estariam sendo ameaçadas por Valdevir Júnior, sendo que mesmo estando de folga, o policial cumpriu com a sua função de defender e manter a segurança pública.

As investigações continuam, e alguns exames periciais ainda deverão chegar na Polícia Civil, uma vez que a Polícia Técnica esteve no local e colheu todas as provas, bem como a arma encontrada com o meliante, e testemunhas já foram ouvidos e serão fundamentais para que a Polícia Judiciária Civil possa concluir o caso.

Fonte: Radio Tucunare/acessenoticias/Soan de Barros

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Rádio Tucunaré no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.