Sem conclusão da reforma Direção da E.E Oscar Soares em Juara usa verba própria para minimizar problemas.

A Escola Estadual Oscar Soares, em Juara, aguarda há mais de ano pela conclusão de sua reforma, que permanece inacabada. Entretanto, a diretoria da escola, liderada por Josi Casale, tem tomado medidas para realizar reparos paliativos com os recursos próprios da instituição. Em entrevista à Rádio Tucunaré, Josie Casale explicou como essas ações estão sendo viabilizadas e quais são as expectativas para o futuro.

Na verdade, a reforma não foi retomada pela construtora como deveria. Estamos utilizando as verbas que a escola recebe anualmente para fazer melhorias paliativas. Não conseguiremos concluir a obra que está parada, mas optamos por remanejar parte dos recursos da escola para investir em estruturas essenciais. Atualmente, estamos reconstruindo a fachada da escola, removendo os tapumes que estavam feios e isolando uma área importante. A intenção é recuperar a identidade da escola, começando pela entrada que dá acesso à praça dos colonizadores“, relatou Josi Casale.

Desde que assumiu a gestão em janeiro, Josie e sua equipe têm trabalhado para melhorar as condições internas da escola. “Nós fizemos a pintura interna, reativamos a sala dos professores, que antes estavam utilizando a biblioteca, e agora estamos em processo de reativar a biblioteca. Também temos planos de melhorar a quadra, melhorar a iluminação e pintar, para criar um ambiente mais agradável para os alunos. Infelizmente, não conseguimos concluir tudo o que foi iniciado porque nossa verba é diferente das que eram destinadas à construtora“, explicou a diretora.

Josi enfatizou que a administração da escola está fazendo o possível com os recursos disponíveis, mas ainda aguarda uma solução definitiva do governo. “Não temos muito acesso às informações sobre o andamento da reforma. Há uma possibilidade de que, para a retomada das obras, teríamos que desocupar o prédio atual e talvez ocupar o prédio da escola técnica na entrada da Unemat, que também não está concluído. Enquanto esperamos, otimizamos o espaço que temos para garantir qualidade tanto para os profissionais quanto para os alunos“, disse.

Os recursos utilizados para essas melhorias são provenientes do orçamento anual da escola, destinado a diversas necessidades, como manutenção predial, pagamento de gás, papelaria, materiais pedagógicos e internet. “Planilhamos esse orçamento e separamos uma parte para investir na estrutura, reativando a frente da escola. Não se trata de uma verba extra, mas de uma organização melhor da aplicação dos recursos disponíveis“, finalizou Josi Casale.

A comunidade escolar de Juara segue acompanhando de perto as melhorias e espera por uma solução definitiva que permita a conclusão das reformas e ampliação da Escola Estadual Oscar Soares.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Rádio Tucunaré no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.